A naurÊa
NOVO DISCO
AGENDA
FOTOS
VÍDEOS
CONTATO
  •  

Na Dansanteria, o novo EP da naurÊa já está disponível para download. Ouça online, baixe e compartilhe!

naurÊa é o resultado de duas palavras que ditas muito rapidamente representam uma sensação, um tipo de pressão sonora que diz muito sobre a força que mora em seu som. Esse som resolveu reinventar a mistura particular que é o forró, ampliando e dando novas possibilidades ao coco, ao xote e ao baião – tradicionais ritmos nordestinos.

 

 

Formada em novembro de 2001, em Aracaju, a naurÊa toca basicamente o que chama de Sambaião. Como o nome já sugere, uma mistura de samba e baião. Mas não para por aí. A banda recebe informação musical de várias partes do Brasil e do mundo: das batidas populares do universo negro de Laranjeiras ao costarriquenho Reggaeton; da música pouco convencional de Tom Zé às melodias de Cuba e do Leste Europeu; das guitarras caribenhas do Pará ao apelo do R&B e do Hip Hop. A idéia, muito mais do que fazer mistura, é mostrar as potencialidades do forró, é ter uma sonoridade própria com um sotaque local.

 

mais

No entanto, o que tem se evidenciado na naurÊa é sua vocação para cruzar as fronteiras de Sergipe. Tocou nas mais importantes feiras e encontros de música do Brasil: a Feira da Música de Fortaleza (2004), O Festival de Inverno de Garanhuns (2004), o Mercado Cultural da Bahia (2005), a Feira da Música Independente Internacional de Brasília (2006), e o RecBeat em Recife (2006). Em 2006, a banda recebeu o convite para participar do festival Funkhaus Europa Summer Stage da radio WDR em Colônia, evento integrante da programação oficial da Copa do Mundo na Alemanha, assim como convites para se apresentar nas cidades de Dortmund e Berlim. A partir daí, a Europa passou a ser um mercado para a naurÊa, que em 2007, fez uma segunda turnê de verão em julho/agosto organizada pela agência alemã Agents4music. A turnê durou mais de 20 dias e se estendeu para os Alpes austríacos e 11 cidades alemãs. Sem contar com as participações nas festividades dos Jogos Pan-americanos, PAN 2007 no Rio de Janeiro, quando fez quatro apresentações na praia de Copacabana.

 

No final de 2008, a naurÊa foi convidada pela BM&A (Brazilian Music and Arts) a se apresentar no festival POPKOMM, conhecida como a segunda maior feira de negócios em música do mundo, que ocorreu em Berlim, Alemanha e ainda participou do projeto verão em Aracaju, onde dividiu palco com o Manu Chau. Em 2009 participou do Porto Musical e Feira Música Brasil em Recife, realizou mais uma turnê na Europa onde participou de festivais na Suíça, Alemanha e Eslovênia. Em 2010 foi a vez de viajar com o Conexão Vivo em Belo Horizonte e girar o mundo através da Coletânea inglesa Oi! A Nova Música Brasileira. Em 2012 a naurÊa chegou na terra da Rainha para três shows durante a Olimpíadas de Londres.

Essa trajetória mostra como o forró de Sergipe está bem representado no Brasil e no Mundo pelo sambaião da naurÊa.

 

Integrantes: Alex Sant'Anna: Triângulo e voz / Babão: Surdo / Leo Airplane: Sanfona e sintetizadores / Alemão: Baixo Luiz Oliva: Guitarra / Márcio de dona Litinha: Zabumba e Voz / Nah Donato: Manager

O convite é oficial e irresistível.  Naurêa convida para entrar Na Dansanteria. O novo ep da banda provoca já no título: a dança, a santeria (o caminho dos deuses) e a danceteria.

 

O conceito é investir cada vez naquilo que sustenta estética e sonoramente o caminho da naurêa. As influências latinas, africanas e da música dançante do mundo.  Desta vez, o encontro conduz a uma musicalidade mais abrangente em termos de composições.

 

A música que dá nome ao disco se insinua pelas congas e pelos teclados numa evocação aos santos  caribenhos. Mas namora como sempre o forró e se declara de vez ao reaggaton. O resultado: música brasileira dançante do mundo e para o mundo.

 

 

We like it.

 

"Duvido" brinca de forma mais descarada com a veia forrozeira da banda. Só que foi lá no Trio Malacacheta e voltou pela estrada de Jacinto Silva. Safadeza brasileira com teclados que fazem baixar qualquer santo dançarino.

 

A novidade sonora do disco talvez seja a sugestiva - às vezes sombria, às malemolente - "Quem tem medo?". A percussão brasileirarabesca, as cordas insinuantes, os vazios do R&B a serviço do sambaião criam um clima músico poderoso.

 

E tudo vai terminar no afro beat baião arretado da  contemporaníssima "Se perder". E só me faça um coisa: se perca.

 

Dançando, santeando, a naurêa vai construindo sua música, sua sonoridade marcante e universal.

 

management / contato

naurea.com.br

contact@naurea.com.br

 

Brasil

Nah Donato

+55 79 9137 7302

+55 79 9959 5756

+55 79 3231 4851

 

Copyright © 2014 Banda naurÊa. Todos os direitos reservados.                                                                           Desenvolvido por: